Translate to English Translate to Spanish Translate to French Translate to German Translate to Italian Translate to Russian Translate to Chinese Translate to Japanese




ONLINE
1




Partilhe este Site...


“Nós, que sobrevivemos aos Campos, não somos verdadeiras testemunhas. Esta é uma idéia incômoda que passei aos poucos a aceitar, ao ler o que outros sobreviventes escreveram – inclusive eu mesmo, quando releio meus textos após alguns anos. Nós, sobreviventes, somos uma minoria não só minúscula, como também anômala. Somos aqueles que, por prevaricação, habilidade ou sorte, jamais tocaram o fundo. Os que tocaram, e que viram a face das Górgonas, não voltaram, ou voltaram sem palavras”.

Primo Levi


ACESSE O GRUPO DE PESQUISA NO DIRETÓRIO DE GRUPOS DE PESQUISA DO CNPQ

CNPq


 

 


Regimento da Revista
Regimento da Revista

HADES

REVISTA INTERDISCIPLINAR DO GRUPO DE PESQUISA CONFLITOS ARMADOS, MASSACRES E GENOCÍDIOS NA ERA CONTEMPORÂNEA DA UNIVERSIDADE FEDERAL DE SÃO PAULO

 

REGIMENTO INTERNO

 

IDENTIFICAÇÃO

  

A REVISTA HADES – REVISTA INTERDISCIPLINAR DO GRUPO DE PESQUISA CONFLITOS ARMADOS, MASSACRES E GENOCÍDIOS NA ERA CONTEMPORÂNEA DA UNIVERSIDADE FEDERAL DE SÃO PAULO, criada em junho de 2014, é o órgão oficial do Grupo de Pesquisa “Conflitos armados, massacres e genocídios na era contemporânea” da Universidade Federal de São Paulo (a partir daqui nominado apenas como GP Conflitos armados, massacres e genocídios) registrado junto ao CNPq em seu diretório de grupos de pesquisa. Contando com docentes e pesquisadores de diversas universidades e centros de pesquisa brasileiros e internacionais, a Revista pretende abrigar contribuições e análises relacionadas aos estudos sobre as questões e as práticas do binômio guerra & paz, dos massacres e genocícios, do binômio tolerância/intolerância, desdobrando-se nos temas constitutivos de suas linhas editoriais: 1) imperialismo, nacionalismos e guerras mundiais; 2) totalitarismos, guerra total e a industrialização dos processos de morte; 3) Guerra Fria, descolonização e regimes militares; 4) Nova Ordem Mundial, terrorismos e novos processos genocidários; 5) crimes de genocídio, de guerra, de agressão e contra a humanidade e a atuação do Tribunal Penal Internacional; 6) teoria e historiografia das guerras e dos genocídios; 7) desastres humanitários, diásporas e migrações forçadas.

   

I.                    DOS OBJETIVOS E CARACTERÍSTICAS

 

São objetivos da REVISTA HADES:

  • Divulgar resultados de pesquisas desenvolvidas sobre o binômio guerra & paz, dos massacres, genocídios e seus desdobramentos.
  • Fomentar o debate de questões teórico-metodológicas referentes aos estudos sobre conflitos armados, massacres, genocídios e seus desdobramentos.
  • Publicar artigos, resenhas, traduções, documentos e entrevistas nas áreas de ciências humanas, ciências sociais, artes, filosofia e afins que promovam o diálogo com os estudos sobre conflitos armados, massacres, genocídios e seus desdobramentos.

 

São características da REVISTA HADES:

 

  • Periodicidade semestral.
  • O conjunto do material publicado pela revista deverá ser inédito, excetuando-se as traduções daqueles publicados em outros países, documentos e situações extraordinárias, a serem objeto de julgamento por parte dos editores.
  • Textos que não obedeçam aos padrões e normas estabelecidos para publicação não serão analisados pelos editores.
  • Cada exemplar da REVISTA HADESpoderá conter as seguintes seções:

- Editorial – Breve descritivo da natureza daquela edição e de seu conteúdo.

- Artigos livres – Textos variados no escopo temático da revista.

- Dossiê – Conjunto de artigos articulados por um tema central.

- Documentos – Documentos históricos relevantes no repertório temático da revista, precedidos de uma breve apresentação e contextualização.

- Resenhas – Textos de análise crítica sobre obras literárias, cinematográficas, teatrais, musicais, produção iconográfica e outros suportes.

- Entrevistas – Diálogos entre pesquisadores e colaboradores sobre os temas abordados pela revista.

- Traduções – textos publicados originalmente em língua estrangeira com notável importância para o repertório temático tratado pela revista.

Excepcionalmente, porém sempre de acordo com decisão dos editores, a revista poderá em seus números: deixar de apresentar entrevistas, traduções, documentos ou dossiê, publicando apenas artigos de temáticas diversas e demais seções ou, ainda, publicar um número inteiramente temático.

  • O dossiê, contendo um conjunto de artigos articulados por uma problemática comum, poderá ser organizado a partir das contribuições enviadas para a revista ou ser sugerido pelos editores, aos quais cabe deliberar a respeito da oportunidade de encomendar artigos para autores do país e/ou do exterior.
  • As resenhas deverão contemplar obras de caráter relevante, nacionais ou internacionais, encomendadas pelos editores ou espontaneamente apresentadas pelos colaboradores.

 

II.                  DA ADMINISTRAÇÃO

 

A responsabilidade administrativa da REVISTA HADES é da competência do Editor Responsável e do Conselho Editorial (em número máximo de 5, incluindo o Editor Responsável). Constituem ainda o corpo administrativo um Conselho Consultivo (sem número máximo de membros) e um secretariado (de até 2 membros). As competências do corpo administrativo são:

 

Editor Responsável:

  • Representar e responder pela revista junto aos órgãos colegiados da UNIFESP, agências financiadoras e de fomento e outras instituições.
  • Realizar as atribuições concernentes ao Conselho Editorial elencadas a seguir.

 

Conselho Editorial:

  • Acompanhar todo o processo da edição de cada número.
  • Auxiliar na divulgação da revista.
  • Zelar pela periodicidade da publicação.
  • Cuidar da organização do arquivo corrente da revista.
  • Desenvolver as tarefas relativas ao envio de materiais aos pareceristas.
  • Encarregar-se das atividades referentes à produção gráfica e à editoração dos textos.
  • Definir o perfil da revista.
  • Julgar os recursos apresentados pelos colaboradores que tiverem seus artigos recusados.
  • Deliberar a respeito dos temas do dossiê e da capa de cada número.
  • Decidir a respeito das estratégias para obtenção de financiamento.
  • Propor mudanças no regimento da revista.
  • Deliberar a respeito dos casos omissos nesse regimento.

 

Conselho Consultivo:

  • Emitir pareceres técnico-científicos.
  • Emitir pareceres a respeito de artigos e resenhas sobre tema de sua especialidade.

 

Secretariado:

  • Auxiliar o Editor Responsável e Conselho Editorial na realização de suas atribuições.

 

III.                DAS COLABORAÇÕES E DOS PARECERES

 

Das Colaborações

 

As colaborações para a REVISTA HADESpodem ser enviadas a qualquer tempo, obedecendo as normas estipuladas nesse regimento. Cada colaborador poderá publicar apenas 1 (um) artigo ou resenha em um mesmo número da revista, bem como terá que observar o interstício de 1 (um) ano a fim de publicar novo texto.

 

Dos Pareceres

 

Os textos enviados para a REVISTA HADESdeverão ser submetidos a dois pareceristas não identificados para o autor, e vice-versa (processo de pares cegos) membros do Conselho Consultivo ou, sendo necessário, pareceristas ad hoc.

Os pareceres deverão ser emitidos em formulários próprios, de acordo com modelo elaborado pelo Conselho Editorial.

Em caso de empate, ou seja, um parecer favorável e outro desfavorável, os Editores indicarão um terceiro parecerista.

 

NORMAS DA REVISTA

 

A Revista destina-se à publicação de trabalhos referentes a conflitos armados, massacres e genocídios, do binômio guerra/paz, do binômio tolerância/intolerância, desdobrando-se nos temas do imperialismo, nacionalismos e guerras mundiais; totalitarismos, guerra total e a industrialização dos processos de morte; Guerra Fria, descolonização e regimes militares; Nova Ordem Mundial, terrorismos e novos processos genocidários; crimes de genocídio, de guerra, de agressão e contra a humanidade e a atuação do Tribunal Penal Internacional; teoria e historiografia das guerras e dos genocídios; desastres humanitários, diásporas e migrações forçadas.

 

A submissão de originais poderá ser feita por alunos de graduação, graduados, mestrandos, mestres, doutorandos, doutores, pós-doutorandos ou pós-doutores; em língua portuguesa, espanhola, inglesa ou francesa, desde que os originais já tenham sido objeto de revisão ortográfica. O envio deverá ser feito pelo e-mail massacres.e.genocidios@gmail.com, endereçado à secretaria administrativa da revista, obedecendo as seguintes recomendações:

 

Da formatação e normalização dos artigos:

 

Da apresentação dos originais:

 

Artigos:

- Os artigos deverão ser originais, sendo sua responsabilidade civil e criminal direta e exclusivamente do(s) autor(es), que cederá à revista somente os direitos de uso do texto uma vez publicado, isentando-a assim de eventuais responsabilidades sobre uso indevido de materiais que, eventualmente, tenham direitos autorais reservados.

- Os artigos deverão trazer título em língua portuguesa, seguido de título em língua inglesa e, por fim, em espanhol.

- Os artigos devem conter um resumo em língua portuguesa, uma versão deste em inglês (abstract) e uma versão em espanhol (resumen) com até 10 linhas, além de 3 palavras-chave (em português), bem como sua versão em inglês (keywords) e espanhol (palabras-clave).

- Os artigos devem ser acompanhados, em nota de rodapé, de informações profissionais sucintas de seus autores (última titulação seguida de vinculação institucional) e endereço de e-mail.

- Os originais devem ter entre 15 e 25 laudas incluindo bibliografia.

- Com relação aos artigos em língua estrangeira, se forem escritos em inglês deverão apresentar título, resumo e palavras-chave também em língua portuguesa e espanhola; se forem escritos em língua espanhola, deverão apresentar título, resumo e palavras-chave também em língua portuguesa e inglesa; se forem escritos em francês deverão apresentar título, resumo e palavras-chave também em língua portuguesa, inglesa e espanhola.

 

Resenhas:

- As resenhas devem ser acompanhados, em nota de rodapé, de informações profissionais sucintas de seus autores (última titulação seguida de vinculação institucional) e endereço de e-mail.

- Os originais devem ter entre 5 e 15 laudas incluindo, se houver, referências bibliográficas.

 

Da formatação e normalização dos artigos e resenhas:

  • O tamanho deve ser A4 (210 X 297mm).
  • A fonte utilizada deverá ser Arial, tamanho 11, espaço 1,5 e observadas margens de 3 cm à esquerda e superior, 2 cm à direita e inferior.
  • As referências bibliográficas devem obedecer aos padrões estabelecidos pela ABNT (Associação Brasileira de Normas Técnicas) e deverão ser apresentadas exclusivamente sob a forma de notas de rodapé, constando também na bibliografia. Abaixo as principais orientações da norma citada:

LIVRO: ÚLTIMO SOBRENOME DO AUTOR, prenome e demais sobrenomes do autor opcionalmente abreviados. Título: subtítulo. Local da publicação: Editora, ano da publicação, volume, (Série ou Coleção se houver), número das páginas citadas ou referidas.

CAPÍTULO DE LIVRO: ÚLTIMO SOBRENOME DO AUTOR, prenome e demais sobrenomes do autor opcionalmente abreviados; “Título do capítulo”; in: ÚLTIMO SOBRENOME DO AUTOR, prenome e demais sobrenomes (indicação da organização – org. - se for o caso). Título: subtítulo. Local da publicação: Editora, ano da publicação, volume, (Série ou Coleção), páginas.

ARTIGO DE REVISTA: ÚLTIMO SOBRENOME DO AUTOR, prenome e demais sobrenomes do autor opcionalmente abreviados; Título do artigo; Título da publicação, local da publicação, numeração correspondente ao volume e/ou ano(v.), fascículo ou número(n.), informações do período e data de publicação (mês abreviado/ano), páginas.

  - Citações literais com mais de 3 linhas (do texto original) deverão estar em caixa 10, espaço simples, distinguida do corpo do texto entrelinhas e com margem de 4 cm à esquerda.

- Citações literais com menos de 3 linhas deverão constar entre aspas e no corpo do texto.

- Termos de língua estrangeira deverão com star em itálico.

Tanto artigos quanto resenhas apresentados serão submetidos ao exame dos Editores, que os encaminhará aos pareceristas.

 

Osasco, 21 de agosto de 2014.